10 cidades para visitar em todo o planeta

Saiba quais as melhores cidades para visitar, que talvez você ainda não conheça em todo o planeta. Veja a lista das melhores cidades para serem visitadas e programe suas férias.

Especialistas da Lonely Planet elegeram as 10 melhores cidades para serem visitadas, veja a lista abaixo:

1. Washington – Nova Yorque

Washington é a primeira da lista. Em Washington se encontra o maior número de monumentos e museus no mundo todo, tendo o místico Smithsonian (Museu Nacional de História Natural ), como atração maior; e em 2015, celebra o 150º aniversário do assassinato de Abraham Lincoln. A intensa atividade cultural da cidade conta uma variedade de restaurantes étnicos, teatros excepcionais com novos cenários como o Kennedy Center e uma divertida vida noturna.

nova iorque

Mas a capital dos EUA tem muito mais. É uma cidade importante também pela cultura e história que se percebe em seus museus, galerias e monumento Lugares como a Casa Branca e o Capitólio, e o que é interessante é que a maioria das atrações locais não cobram entrada, além de serem bem próximas, facilitando seu passeio. Se quiser ver mais sobre os locais para conhecer em Whashington veja em nosso post A imponente capital norte-americana.

2. Bruxelas – Bélgica

Uma cidade turística bastante popular na Europa e não apenas por sua posição estratégica, que faz dela um excelente hub no continente. Mas também por ser uma cidade que exala história e se reinventa a cada ano: pontos turísticos incríveis, excelentes restaurantes, bares repletos das melhores cervejas, lojas de chocolates, waffles e muito mais.

Os pontos turísticos de Bruxelas mais conhecidos, são o Museu AutoWorld, Parc Du Cinquatenaire, Grand Palace, Atomium, etc.

3. Milão – Itália

A segunda maior cidade da Itália é a terceira do ranking, famosa pelo luxo que é visto nas elegantes boutiques da moda, as joias da época, o Duomo, , a galeria Vittorio Emmanuelle II, o La Scala. Mas além disto no próximo ano Milão acolherá a Expo 2015 centralizada na gastronomia, um importante evento que terá lugar de maio a outubro e que atrairá turistas do mundo todo.

o que fazer em milao

O local onde se estabelecerá a feira tem mil metros quadrados, e reproduzirá uma cidade romana clássica, recriando inclusive um bairro dedicado à comida do futuro onde se mostrarão os alimentos que serão consumidos nos próximos 50 anos em demonstrações de cozinha, degustação de vinho, além de boa música e baile.

Em Milão, um dos locais mais interessantes para visitar é subir o telhado da Catedral ( Duomo di Millano), todo feito em placas de mármore, com a mesma pedra da fachada. Deste local é possível apreciar uma bela vista de toda a cidade.

4. Zermatt – Suíça

Caminhantes intrépidos, montanhistas e esquiadores escalam o “ Matterhorn” que se eleva a cima de Zermatt, uma comunidade da Suíça considerada a diva dos resorts, e que em 2015 celebra a festividade do seu 150º aniversário de fundação.

Desde a primeira expedição ao topo do Matterhorn em 1865 pelo inglês Edward Whymper com um grupo de sete alpinistas, milhares de esquiadores tem chegado até Zermatt para ver a montanha mágica. A festividade de aniversário inclui a inauguração do Hörnli Hut, um abrigo aéreo na base do Matterhorn à 3.260 metros de altura.

suica

A aldeia de Zermatt está abrigada em um vale profundo de caminhos e montanhas íngremes como o “ Matterhorn”, que garantem à cidade o título de um dos maiores centros de esqui do mundo, sendo considerada também uma das populares estâncias turísticas do sul da Suíça. A novidade é que 50 % da população de 6 mil habitantes, fala o Português, embora o idioma oficial seja o Alemão.

5. Valleta – Ilha de Malta

Valleta, a capital da ilha de Malta, foi reformulada pelo arquiteto Renzo Piano, que introduziu uma nova porta de entrada no edifício do Parlamento, e um auditório sobre as ruínas do teatro e ópera, onde contrastam o velho e o novo, tornando ainda mais surpreendentes as construções do século 17.

ilha de malta 1

Em 2015 No dia da vitória ( 8 de setembro), Valleta comemora 450 anos de aniversario do Grande Cerco, o acontecimento histórico mais importante da Ilha que enfrentou heroicamente os cavalheiros da Ordem de Malta com o poderoso exército turco.

Pra quem curte história, a cidade de Valleta tem muito a oferecer, e não é a toa que foi tombada como patrimônio mundial da UNESCO, pois suas fortificações, torres e o Forte de São Telmo, além dos museus repletos de história são um prato cheio, além de lugares interessantes para conhecer nos passeios de barcos em toda sua costa, no Mar Mediterrâneo.

6. Plovdiv – Bulgária

Plovdiv, uma das mais belas e antigas cidades da Europa está encravada no meio das montanhas Rhodope, passa desapercebida apesar de possuir um imenso tesouro histórico, onde edifícios históricos foram transformados em museus, restaurantes e hotéis. A segunda maior cidade da Bulgária, tem ruínas notáveis, incluindo um anfiteatro romano no centro da zona comercial com intensa vida noturna.

Plovdiv

Vale a pena conhecer esta cidade que respira história, misturada com modernidade. No verão, Plovdiv é quente e ensolarada, porém é preciso muita perna para perambular pelas ruas de ladeiras. Construída há mais de 6 mil anos, a cidade nunca foi desabitada, apesar de ter sido invadida por diversos povos. Em Plovdiv tem várias igrejas ortodoxas e uma mesquita muito bonita e bem conservada.

7. Salisbury – Reino Unido

Durante um longo período a cidade de Salisbury foi considerada pelos viajantes, como apenas uma breve parada no caminho para Stonehenge, mas em 2015 está definido para ser o ano de visitantes permanecer aqui para as festividades do 800º aniversário do seu maior tesouro, a Magna Carta ( documento escrito em 1215 que estabelece os direitos do povo e limita o poder do Rei e que tornou-se a inspiração de muitos movimentos políticos), que é mantida em cópia original muito bem preservada na Catedral de Salisbury,  local onde ocorrerão exposições, conferencias e festivais.

Salisbury

Salisbury tem uma comunidade artística bem atuante, várias galerias de arte e um museu localizado em um edifício histórico do século XIII, e o que atrai muitos turistas é que o O Stonehenge, famoso monumento pré-histórico da Inglaterra, está localizado a apenas 13 km da cidade.

8. Viena – Áustria

viena vista

Uma das principais atrações da capital austríaca é o famoso Boulevard Ringstrasse do em 1865 sob as ordens do Imperador Francisco José e que circunda o centro histórico de Viena unindo monumentos como o edifício neogótico de Rathaus, e a ópera neo renascente.

Em 2015 entre tantas celebrações, a cidade comemora o fato de que um dos maiores atrativos continua sendo o famoso Ringstrasse, e e em 2015 também será concluída a construção da nova Estação Central da Cidade, a Hauptbahnhof.

9. Chennai – Índia

A capital do sul da índia não é um destino turístico muito habitual, mas espera-se que isto mude em 2015 com a abertura do Chennai Metro Rail, a primeira rede de transportes de passageiros integrada do país. Este acontecimento é esperado com ansiedade pelos habitantes de Chennai.

Chennai

O Chennai Metro Rail é uma oportunidade para os turistas visitarem com comodidade esta apaixonante cidade repleta de templos dravidianos cobertos de estátuas, fortalezas, igrejas coloniais, escolas de dança indiana e museus, além do segundo centro cinematográfico da índia, também conhecido como Kollywood, estar situado no bairro de Kodambakkam.

10. Toronto – Canadá

Toronto no Canadá é uma cidade multicultural e espera receber mais visitantes no próximo ano com a acolhida dos jogos pan-americanos, e com isto está concluindo muitas obras públicas como esperado a do trem União Pearson Express que conecta o cento da cidade com o aeroporto em 25 minutos. Além disto a cidade cosmopolita oferecerá seus melhores serviços nos restaurantes e centros culturais assim como uma ampla variedade de salas de concertos e bares com música ao vivo.

toronto

O que muitos não sabem é que atualmente Toronto é a cidade no exterior que mais recebe estudantes brasileiros que querem aprender Inglês. Em Toronto está o melhor relação custo-benefício, além de uma imensa oferta de opções de lazer e entretenimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.